Imagens

  1. Uso básico
  2. Opções da imagem
  3. Legendas
  4. Centralização
  5. Argumento draft
  6. Texto flutuando ao redor da imagem

Uso básico

O pacote graphicx é usado para inserir imagens. Uma vez que o pacote tiver sido incluído, basta colocar a imagem dentro do ambiente figure com o comando \includegraphics, passando o caminho absoluto ou relativo da imagem como argumento:

\documentclass{article}
\usepackage[utf8]{inputenc}
\usepackage[T1]{fontenc}
\usepackage[brazilian]{babel}
\usepackage{graphicx}

\begin{document}
    \section{Natureza}

    \begin{figure}
        \includegraphics{natureza.png}
    \end{figure}
\end{document}

Compile o documento acima usando um caminho de uma imagem que você tenha no seu computador. Depois que você compilar o documento, pode ser que a imagem fique acima da seção. É claro que esse não é o comportamento desejado. Isso acontece porque o ambiente figure é um ambiente flutuante. A correção é a mesma feita no tutorial de tabelas: colocar a opção !h no argumento opcional do ambiente figure:

\begin{figure}[!h]

A letra h informa ao LaTeX que se deseja manter a imagem na posição em que ela foi declarada no documento. O ponto de exclamação reforça esse desejo. É uma maneira de dizer ao LaTeX que ele é muito importante. Isso não garante que o LaTeX irá atendê-lo, mas aumenta muito as chances disso acontecer.

Talvez você pode não querer usar a opção h para deixar a imagem exatamente onde ela foi inserida, por qualquer motivo. Só que esse comportamento do LaTeX de colocar a imagem fora da seção onde ela foi colocada, muitas vezes não é desejado. Para evitar que o LaTeX coloque imagens fora das seções delas, use o pacote placeins com o argumento opcional section:

\usepackage{placeins}[section]

Isso também vale para outros ambientes flutuantes, como o table.

O caminho passado no exemplo foi relativo. Outra opção é usar um caminho absoluto, que é o caminho completo da imagem no sistema de arquivos onde ela se encontra. Porém, o caminho relativo é mais recomendado, porque ele não inclui detalhes específicos do sistema operacional.

Um detalhe importante é que o caminho da imagem não pode conter espaços nem caracteres especiais, então talvez você precise modificar o nome da sua imagem ou o nome de algumas pastas para poder inserir as suas imagens nos seus documentos.

O LaTeX tem vários formatos de saída. Nesses tutoriais, será trabalhado apenas o formato .pdf. Para esse formato, você pode usar imagens nos formatos .jpg, .png ou .pdf de forma nativa.

Opções da imagem

O comando \includegraphics aceita um argumento opcional, onde pode ser passada uma lista de opções separadas por vírgula no estilo chave=valor. Exemplos:

\includegraphics[scale=0.5]{natureza.png}
\includegraphics[scale=0.7, angle=45]{natureza.png}

No primeiro exemplo, foi usada apenas a opção scale, com o valor 0.5. Isso faz com que a imagem tenha metade das dimensões originais dela. No segundo exemplo, também foi usada a opção angle, que rotaciona a imagem no sentido anti-horário na quantidade de graus informada. No caso, a imagem deve ficar com 70% das dimensões originais dela e rotacionar 45° no sentido anti-horário.

Outras opções interessantes são a width (largura) e a height (altura). Se a width for passada sem a height, a altura vai ser definida de uma forma que a proporção da imagem seja mantida. Exemplo: se a imagem tem 400 pixels de largura por 300 pixels de altura e a width for definida como sendo 200 pixels e a height não for definida, o LaTeX vai definir uma altura de 150 pixels automaticamente, mantendo a proporção original da imagem. Como a largura diminuiu pela metade, ele fez o mesmo com a altura para manter a proporção.

No último exemplo, os pixels foram usados como unidade de medida, mas você também pode usar outras unidades de medida, como centímetros ou milímetros.

Legendas

É possível colocar uma legenda para a imagem usando o comando \caption:

\caption[Natureza]{Imagem de um ambiente natural}

O argumento opcional é uma descrição curta, usada caso haja uma lista de figuras no documento.

Centralização

Para centralizar uma imagem, basta usar o comando \centering antes do comando \includegraphics, no ambiente figure:

\begin{figure}
    \centering
    \includegraphics{natureza.png}
\end{figure}

Argumento draft

Uma dica para acelerar o seu desenvolvimento é passar o argumento draft ao pacote graphicx:

\usepackage{graphicx}[draft]

Fazendo isso, ao invés de ver as suas imagens reais, você vai ver apenas uma caixa com o nome do arquivo da imagem. Isso ajuda muito, principalmente em documentos grandes que são ricamente ilustrados, onde carregar as imagens reais pode desacelerar o seu desenvolvimento, já que o documento demora mais para ser gerado.

Texto flutuando ao redor da imagem

O pacote wrapfig pode ser usado para que você coloque um texto flutuando ao redor de uma imagem. O pacote fornece o ambiente wrapfigure. Para alcançar o efeito, deve-se usar esse ambiente no lugar do figure. Depois, deve-se passar um argumento informando o posicionamento horizontal da imagem, passando l (left / esquerda) ou r (right / direita), e outro argumento informando a largura da imagem. Depois, é só colocar o texto desejado após o ambiente wrapfigure. Exemplo:

\documentclass{article}
\usepackage[utf8]{inputenc}
\usepackage[T1]{fontenc}
\usepackage[brazilian]{babel}
\usepackage{graphicx}
\usepackage{wrapfig}
\usepackage{lipsum}

\begin{document}
    \section{Natureza}
      \begin{wrapfigure}{l}{7cm}
          \includegraphics{natureza.png}
      \end{wrapfigure}

      \lipsum[1-3]
\end{document}